Prédios devolutos nas cidades com IMI agravado seis vezes

Fonte: JORNAL DINHEIRO VIVO
Em reacção aos impostos sobre o património, João Caiado Guerreiro, presidente da Associação Portuguesa de Proprietários (Approp), considera que “as alterações não contribuem para a melhoria da vida dos proprietários portugueses, nem dos arrendatários”. Para o líder da nova associação de proprietários, o que era “preciso era menos impostos sobre os imóveis, e menos burocracia, para melhorar o acesso à habitação para todos”.